Uma noite com boas surpresas

Caíque Guirao

Updated on:

identidade corinthiana uma noite com boas surpresas leo natel gustavo silva mosquito angelo araos lucas piton foto danilo fernandes estadao conteudo
Foto: Danilo Fernandes/Estadão Conteúdo

Após um início difícil no Brasileiro, grande parte da torcida esperava um bom resultado contra o Coritiba. Tudo bem, o clube paranaense vem tendo problemas, mas isso não mudaria muita coisa se o Corinthians não fizesse a sua parte.

Com a dúvida sobre as condições de Mateus Vital e Everaldo, Léo Natel acabou ganhando sua primeira chance como titular. Tinha esperança em um bom desempenho pois ele já entrou com muita disposição nas outras oportunidades que teve com a bola rolando. Participou do lance onde o juiz assinalou pênalti mas, sejamos sinceros, não foi nada. Felizmente essa não foi sua única participação significativa: Léo fez o primeiro gol do jogo, e seu primeiro a serviço do Corinthians, e mostrou uma movimentação interessante no setor em que atuou.

Outro que ganhou mais uma chance nos onze iniciais e soube aproveitá-la bem, foi Ángelo Araos. O chileno já havia feito um ótimo jogo contra o Atlético Mineiro com um gol e uma assistência, e ontem não foi diferente. Araos se movimentou bem, deu bons passes e mais uma assistência para gol de Jô (parecia um replay do gol feito em Minas Gerais).

Apesar de enfrentar um time frágil e ter demorado para se encaixar no primeiro tempo, as mudanças na escalação surtiram um bom efeito, melhorando a movimentação e um pouco a criação.

No segundo tempo tivemos a entrada de Gustavo Silva, anteriormente conhecido como “Mosquito”. Antes do atual técnico pedir a volta dele por estar jogando bem no Paraná, eu estava bastante desconfiado do que ele poderia oferecer. Felizmente ele calou a minha boca. Não só entrou bem, como fez um gol. Após um cruzamento rápido de Lucas Piton (substituindo Sidcley que sentiu uma lesão), Gustavo concluiu a gol, dando números finais ao encontro.

Como Tiago Nunes disse durante essa semana, se ele não pode receber todas as peças que gostaria, tem que aprender a se virar com o que o clube tem. O resultado da noite passada nos dá uma ponta de esperança, afinal todos aproveitaram bem as chances que tiveram. Inclusive Lucas Piton que, para mim, deveria ser o titular na lateral esquerda.

Não dá para prever o que a temporada nos reserva, mas talvez o elenco tenha mais opções úteis do que tínhamos imaginado. Tomara que tenhamos mais surpresas boas daqui para frente.

Deixe um comentário