Acordo com a Odebrecht deve possibilitar o Corinthians usar receitas da Neo Química Arena

Marcelo Alexandre Becker

O momento campo do Corinthians não é dos melhores. Contudo, fora dele, pelo menos em relação a Neo Química Arena, os problemas parecem estar sendo solucionados. Depois da venda do naming rights agora um acordo com a Odebrechet está perto de ser anunciado.

ARENA
Objetivo do clube é ficar com receitas geradas na Neo Química Arena (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Segundo informações do jornalista Tiago Salazar, em matéria publicada no site Gazeta Esportiva, o clube não terá que pagar mais nada para a construtora.

“O Corinthians já tem um acordo com a Odebrecht e não precisará pagar mais nada à empresa que construiu a casa alvinegra. A homologação deste tratado só não foi anunciada ainda porque a assembleia de recuperação judicial da Odebrecht Participações e Investimentos (OPI), foi adiada para 3 de novembro”, diz trecho da matéria de Salazar.

Com isso, a expectativa no clube do Parque São Jorge é de que já no ano que vem seja possível ficar com parte das receitas geradas na Neo Química Arena.

Vale ressaltar que desde que foi construída, em 2014, todo o valor arrecadado dentro do estádio é direcionado para o Arena Itaquera S/A. E é por meio deste fundo que são realizados os pagamentos de empréstimos de R$ 400 milhões feitos pela caixa.

LEIA TAMBÉM: – Léo Natel mostra descontentamento com momento do Corinthians: “Não adianta só eu jogar bem”.

https://www.youtube.com/watch?v=5wLs_9Ue8r0

Deixe um comentário