Por divida em relação ao Sidcley, Dínamo de Kiev aciona Corinthians na Fifa

Henrique Manfio

Ainda detentor dos diretos de Sidcley, o Dínamo de Kiev entrou com ação contra o Corinthians por não ter recebido os valores referentes ao empréstimo do lateral-esquerdo. Timão anunciou o atleta em 4 de janeiro deste ano, mas ainda não efetuou o pagamento.

Tal informação foi confirmada pelo clube do Parque São Jorge. No entanto, em sua defesa, o mesmo afirmou que já existem entendimentos avançados para um acordo e, sendo assim, ação pode ser retirada da Fifa. Não existem mais detalhes sobre a renegociação com os ucranianos.

sidbale 1
Lateral ainda não rendeu o esperado na sua segunda passagem. (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

O valor da negociação foi acordado em 500 mil euros (R$ 3,2 milhões na cotação atual). A forma de pagamento combinada foram de quatro parcelas, sendo a primeira em março. No entanto, os valores não foram honrados por parte da equipe do Parque São Jorge.

Caso não chegue a um acordo com o Dínamo de Kiev e perca a causa na Fifa, o Corinthians pode ter grandes dores de cabeça, como a proibição de registrar novos jogadores e até perca de seus atletas de elenco.

Se quiser contratar o jogador, o clube terá de chegar a um acordo com os ucranianos e terá de desembolsar mais R$ 4 milhões de euros (R$ 28,9 milhões na cotação atual). No entanto, por não ter atendido as expectativas, lateral-esquerdo deve retornar ao Dínamo de Kiev no final da temporada.

LEIA TAMBÉM:
- Reforço para o sub-23, atacante tem cláusula de comportamento em contrato com o Corinthians

Deixe um comentário