A lei do ex vai funcionar para quem?

Caíque Guirao

identidade corinthiana a lei do ex vai funcionar para quem fotos rodrigo coca daniel augusto jr ag corinthians
Fotos: Rodrigo Coca / Daniel Augusto Jr / Ag. Corinthians

Poucas coisas são tão eficazes no futebol quanto a lei do ex. Ela pode tardar, mas é quase certo que vai funcionar. Nesse confronto entre Corinthians e São Paulo, temos um ex de cada lado: Léo Natel e Luciano.

Léo Natel, hoje no Corinthians, passou boa parte do seu início de carreira no rival, fazendo apenas um jogo pela equipe profissional. Rogério Ceni ainda o levou para o Fortaleza, onde o atacante fez 13 partidas e marcou apenas 2 gols. Depois de um tempo no Apoel, do Chipre, o atleta não retornou mais ao São Paulo e hoje defende o Timão.

Luciano trilhou o caminho inverso: apesar de ter chegado ao alvinegro paulista depois de algumas temporadas como profissional, hoje joga pelo time do Morumbi. No Corinthians entre 2014 e 2017, não figurou entre os jogadores mais bem quistos pela torcida, ainda que tenha sido relevante em algumas partidas no Brasileirão de 2015 antes de lesionar o joelho. Antes de chegar ao rival, ele passou por Leganés, Panathinaikos, Fluminense e Grêmio.

O ex-corinthiano acabou sendo decisivo para o São Paulo nas últimas duas rodadas, enquanto Léo Natel fez um gol contra o Coritiba e quase fez uma pintura contra o Fortaleza. Ainda que a história deles seja curta em seus respectivos clubes, fica a torcida para que a lei do ex funcione para o Léo e que Luciano não tenha uma manhã muito inspirada.

Deixe um comentário