"Sou Corinthians": Globoplay lança documentário sobre o Corinthianismo

“Sou Corinthians!”: Globoplay lança documentário sobre o Corinthianismo

Série documental tem quatro episódios e já está disponível no Globoplay

Nesta sexta-feira (13), o Globoplay lançou a série documental ‘Sou Corinthians’, dirigida por Victor Pozzela e Edgar Alencar. Os dois concederam uma entrevista à IDC e contaram sobre como foi a produção do documentário. Você pode conferir parte da entrevista clicando aqui ou clicando no vídeo no final da matéria.

Assim, a série conta partes da história do Timão a partir de torcedores e ídolos que viveram e se apaixonaram pelo clube. A ideia é retratar o que faz o Corinthians ser diferente dos demais.

‘Sou Corinthians!’ reuniu grandes nomes da história do clube

A série destaca os títulos mais marcantes, as crises e os grandes personagens do clube, sob o olhar e o sentimento do torcedor do Corinthians.
A série destaca os títulos mais marcantes, as crises e os grandes personagens do clube, sob o olhar e o sentimento do torcedor do Corinthians.

Dessa forma, a série passa por diversos pontos da história corinthiana, buscando contar aspectos do Corinthianismo. Segundo os diretores, a ideia foi pegar pessoas envolvidas com a história do clube e retratar o sentimento envolvido no clube.

Contar a história do Corinthians em quatro episódios é impossível. Então por que não contar sobre o corinthianismo? Todo torcedor é apaixonado pelo seu clube, mas o Corinthians é diferente. Por quê? O que faz isso, quais são os momentos que forjaram essa maneira totalmente única de torcer? Quem pode nos contar isso? O torcedor“, disse Edgar Alencar em entrevista à Identidade Corinthiana.

Além disso, cada episódio retrata uma parte do Corinthianismo. Assim, ao invés de contar a história de maneira linear, Pozzela e Edgar escreveram a série dividindo os episódios por sentimentos, que unificam o Corinthians passando por diversos momentos da história ao mesmo tempo.

A série está disponível no Globoplay e contém quatro episódios de 45 minutos cada. Nomes como Neto, Zé Maria, Tite, Cássio, entre outros, foram entrevistados e estão presentes no documentário.

Que essa nossa obra seja atemporal, no sentido de que o sentimento do corinthiano, é um valor compartilhado. O valor do Corinthianismo é esse. Eu espero que o espectador conheça coisas, espero que tenha esse papel documental mesmo, mas que ele também acesse esse sentimento e reconheça que o sentimento que ele sente hoje é o mesmo que os torcedores sentiam nos anos 70, 80, 90, e que é algo que ele talvez passe para o seu neto“.

Assista à live na integra:

Jornalista esportivo, cursando o terceiro ano de faculdade na UAM. Trabalho como repórter de rádio e sou setorista do Corinthians na IDC. Apaixonado por esportes, videogame, animes e pelo Corinthians.